Dar atenção afasta a Deusa?

Essa é clássica!

Crypto and Banking

We recommend the following high-quality options for secure Bitcoin transactions and online banking services:

Moneris Login

Moneris is your one stop shop for all your merchant needs. Quickly gain access to your Moneris merchant account with our simple Moneris Login. Find answers for FAQs, Details on Moneris Gateway, Plugins and much more...

WPStripe WordPress Plugin

WpStripe Plugin is a powerful tool for seamlessly integrating Stripe payment gateways into WordPress websites. Accept online payments securely, manage subscriptions, and customize payment forms with ease. Experience a hassle-free payment processing system with advanced features and dedicated support.

BTC and ETH QR code generator websites

This collection comprises of a variety of online platforms, designed to generate QR codes for Ethereum (ETH) and Bitcoin (BTC) addresses. These websites offer a user-friendly interface with step-by-step guides to help users create custom QR codes that serve as a direct channel to their crypto wallet addresses. Users could conveniently use these generated QR codes for transactions, thus making the process of sending and receiving cryptocurrencies faster and more efficient. The collection includes online tools with different features such as customization of QR codes, error correction capability, and optional encryption for extra security. The generated QR codes from these sites can be used in print and digital format which are scannable with most smartphone cameras or QR code scanner apps. These websites work as powerful tools for streamlining cryptocurrency transactions and promoting the wider use of digital currencies.

CRA Login Canada Revenue Agency

CRA Login section including CRA My Account login, CRA representing a client, CRA business login, MyCRA Login and more. Canada Revenue Agency.
Last updated: December 23, 2023
by and Alex Morrell is a senior correspondent at Business Insider covering Wall Street at large.

A primeira coisa que se deve considerar meu tubarão e minha Deusa é que não adianta a gente se preocupar em dar atenção para o outro, se você não dá atenção para você mesmo, já começa aí. Se você tem muito tempo sobrando para se preocupar com a atenção que você está dando ou que você está recebendo, tem alguma coisa já errada.

Por que? 

Porque se você quer se tornar uma pessoa melhor, e ter um futuro melhor, você deve correr atrás de boleto (igual eu sempre falo), procura evoluir cada vez mais, investe em si…

O nosso tempo é bem precioso, ele não é escasso, ele é precioso. 

Então, quando eu quero dar atenção para alguém, eu estou ali presente e tenho a minha atenção totalmente dedicada a aquela pessoa. Quando eu quero receber a atenção de alguém, eu tenho a atenção daquela pessoa totalmente só pra mim. 

Se você está com tempo de pensar em teoria que fala de “perder ou não interesse por dar atenção demais” eu queria te perguntar: o que você tem feito da sua vida para ter tempo pra dar atenção demais e também se preocupar com o interesse de quem está ou não gostando disso? Ou ainda, deixando de fazer e acontecer e se essa pessoa se interessou ou não com a sua postura?

Pare de fazer joguinho!

Você consegue entender a diferença?

Porque assim, geralmente as pessoas que vibram na mesma ideia e na mesma frequência, elas tendem a estar na mesma correria. É muito difícil ver um cara que trabalha pra caralho conversando, desenrolando com um menina que é encostada na vida, que tem tempo demais, que vai ficar enchendo o saco, cobrando atenção ou ignorando os poucos momentos que o cara tem pra responder rápido.

Assim como você, uma mulher ambiciosa, independente, maravilhosa, que trabalha, estuda, treina, faz a sua vida do seu jeito, não vai gostar, não vai ter tempo de ficar tendo cobrança de atenção sozinha de maluco chato, ou o cara que acha que você é emocionada porque deu a atenção, que você queria dar.

Essa métrica de joguinho, de ficar medindo atenção para ver se a pessoa vai gostar pra ver se ela não vai, do tipo:

“Ai eu vou demorar para responder, se não vai achar que eu sou fácil.”

“Ai eu não vou dormir no primeiro encontro porque se não vai achar que eu fui muito fácil.” 

“Ah, eu não sei o que ela vai pensar de mim se eu fizer tal coisa e me mandar um gesto de carinho.”

Essa preocupação externa já é um ótimo parâmetro para você olhar como está a sua vida.

Sabe por que?

Quando alguém que está realmente ocupado construir um futuro melhor sente vontade de demonstrar qualquer coisa que seja, pode ser um áudio, uma mensagem, um lembrete, uma ligação, um caminhão de pétalas de rosa egípcia, aquele carro de mensagem bem cafona que mandava antigamente. 

Se você sentiu, você pega e faz porque você sentiu. PRONTO! Não interessa o que o outro vai julgar sobre o que você sentiu. Obviamente que a gente precisa respeitar para não exagerar e mandar um carro de mensagem dos anos 80 para casa de uma Deusa que você acabou de conhecer, é um pouquinho exagerado. 

Mas tirando essa métrica absurda, você consegue ter uma clareza sobre não se importar porque você gostou, você sentiu e você fez, só isso que importa. Quando a gente fala do tantra ser uma filosofia matriarcal e diz desrepressora, é justamente para não repreender qualquer desejo que você tenha em relação a qualquer coisa, a qualquer pessoa da sua vida, desde que não fira a ética, moral e a integridade dos outros.

Consegue entender a diferença?

Teoria do desinteresse

Quando alguém pergunta:

“O que eu acho da teoria do desinteresse?” 

É igual o guru que fala assim:

 “Se você postar com outro, ele vai correr atrás.” 

“Se você fizer tal coisa, vai ficar doido por você.”

Se ele for o cara que minimamente te respeita e se respeita no quesito de estar construindo um futuro melhor igual falei pra talvez usufruir desse futuro ao seu lado, esse cara não vai correr atrás porque você sumiu. Esse cara não vai se importar porque você está com outro. Na melhor das hipóteses, esse cara vai querer te ver da melhor forma possível, com a melhor pessoa possível, no melhor momento possível para sua vida, mesmo que não seja com ele. Consegue entender a diferença?

Aí quando a gente fala de amor genuíno, que é muito diferente de amor livre, a galera do amor livre fala assim:

“Vamos amar todo mundo! Que o mundo acabe para gente morrer fazendo ali aquelas coisas.”

Mas o amor genuíno é justamente esse ponto! De querer ver o outro melhor independente de onde seja, de com quem seja, de como vai acontecer isso. Consegue entender a diferença? Não adianta a gente ficar perdendo tempo debatendo, hora de mandar mensagem, hora de responder mensagem, hora disso, hora aquilo. Se a pessoa perde o interesse, ela perde porque na verdade cada ser humano, mesmo que a gente acompanha alguns padrões, cada indivíduo é muito, muito, muito único e exclusivo. Cada padrão dentro da mente é muito exclusivo. Não adianta a gente pegar só estudos de PNL, de corpo, fala, de dinâmica disso, e querer aplicar porque cada pessoa é única.

Por exemplo: baseado nos exemplos que eu acabei de falar sobre alguém que se respeita, constrói o futuro melhor para ele e tal. Se você tenta gatilhar essa pessoa, tenta fazer alguma escassez, alguma urgência ali, algum joguinho, essa pessoa vai olhar por respeito a si própria e por você e falar:

“Então tá bom, se você não pode, se você não quer, eu te respeito, eu não tenho tempo para debater sobre isso.”

Você entende que quando é leve, não precisar se importar com joguinho alheio e ficar medindo esse tipo de coisa?

“Se eu quero mandar uma mensagem, eu vou mandar uma mensagem.”

“Se eu quero dar atenção, eu vou dar atenção.“

Conclusão

Em algum momento da sua vida, você vai lembrar desse texto e vai falar:

“O Padrinho tinha razão!”

Vai chegar a dado momento na sua vida, porque o tempo vai ser tão precioso, tão precioso, que naquele minuto tudo o que você vai querer é só dar atenção para alguém. E quando você chegar nesse estágio da sua vida, de ter esse tempo muito, muito, muito precioso, você vai ver que dar atenção para aquela pessoa é tudo o que importa. Não tem métrica, não tem joguinho, não tem nada, nada, nada fora daquele momento de vocês, que é o que nomeio de caos tântrico, o que eu ensino.

Quando a gente fecha a porta do quarto e se envolve tanto com alguém que o mundo pode estar acabando, a gente instaura um caos tão gostoso ali entre nós, tanta presença, tanta sinergia, tanta intensidade, que se o mundo estiver acabando lá fora, nada mais importa. E é esse parâmetro que a gente leva para dar atenção para alguém, para receber a atenção de alguém. Se foi dado essa iniciativa de dar atenção, nada mais importa. Então, para resumir tudo e respondendo a pergunta desse brother:

O que eu acho da teoria de dar atenção e perder o interesse?

Eu não acho nada, eu não acho nada. 

Eu vejo com muita clareza, tendo sido criado por mulheres, igual eu sempre falo que esse negócio de ficar medindo a atenção com medo de joguinho é coisa de gente perdida na vida, que não sabe o que quer da sua vida e ainda fica projetando isso no outro. Foca no seu respeito, no seu futuro, no seu projeto para sua própria vida! Aí você vai ter uma métrica melhor de dar atenção com clareza, intensidade de presença genuína no momento que você decidir para a pessoa que você quiser.

Show?

Caso você tenha gostado, me fala la no meu INSTAGRAM

Beijo, tamo junto demais.