Dinheiro compra felicidade?

E hoje um tema muito legal, eu recebi uma caixinha muito interessante e nela dizia:

Crypto and Banking

We recommend the following high-quality options for secure Bitcoin transactions and online banking services:

BTC and ETH QR code generator websites

This collection comprises of a variety of online platforms, designed to generate QR codes for Ethereum (ETH) and Bitcoin (BTC) addresses. These websites offer a user-friendly interface with step-by-step guides to help users create custom QR codes that serve as a direct channel to their crypto wallet addresses. Users could conveniently use these generated QR codes for transactions, thus making the process of sending and receiving cryptocurrencies faster and more efficient. The collection includes online tools with different features such as customization of QR codes, error correction capability, and optional encryption for extra security. The generated QR codes from these sites can be used in print and digital format which are scannable with most smartphone cameras or QR code scanner apps. These websites work as powerful tools for streamlining cryptocurrency transactions and promoting the wider use of digital currencies.

CRA Login Canada Revenue Agency

CRA Login section including CRA My Account login, CRA representing a client, CRA business login, MyCRA Login and more. Canada Revenue Agency.


Last updated: March 20, 2024
by and Alex Morrell is a senior correspondent at Business Insider covering Wall Street at large.

“O dinheiro compra algumas felicidades… Mas você já foi impactado negativamente por ele?” 

O primeiro ponto a se analisar dessa caixinha é o que?

Quando a pessoa afirma que o dinheiro compra algumas felicidades, dá aquela impressão de que a gente tem que realmente pagar o preço pra ser feliz, né? De ter que entregar alguma coisa para ser feliz.

E você começa a ter aquela sensação de que “Se eu tiver dinheiro, vou ser feliz” como se fosse uma condicionante, como se eu precisasse do dinheiro pra comprar certas felicidades. E nesse ponto vale a pena lembrar aquele conceito de que o dinheiro, o sucesso, a riqueza, a felicidade é tudo muito relativo e individual. 

O sucesso de alguns não vai ser sucesso para outros, a riqueza de um vai ser pouco para o outro, a pobreza de um vai ser muito para o outro e assim a gente entra nessa equação de uma eterna comparação muito ilusória. 

Então, pra primeiro romper um pouco dessa crença de que dinheiro compra algumas felicidades, a gente tira essa parte negativa, esse ardor, esse peso, esse desespero de:

“Ai meu Deus, dinheiro compra felicidade.”

Não é que ele compre a felicidade. O dinheiro já se torna a felicidade dependendo da sua perspectiva. E a título de exemplo, tem um corte do Tito que eu gosto muito, quando ele fala sobre esse tema, e ele citou algo sobre a nossa mãe. 

Por exemplo:

Se a sua mãe está com o dente todo podre, com dor de dente e sofrendo,  você tem dinheiro, manda arrancar tudo, bota um novo, cuida da sua mãe, tira a dor dela, faz ela mais feliz, mais bonita, com uma autoestima melhorada e são coisas que o dinheiro compra sim!

Só que a sua perspectiva, a sua felicidade em ver a sua mãe feliz que você pode pagar depende de você, depende de tudo que você trabalhou, construiu, suou, se esforçou e com muito amor, conseguiu enxergar um sentido naquele ato que o dinheiro comprou aquela felicidade. 

Você consegue entender essa diferença?

Não é que o dinheiro compre algumas felicidades, ele é a felicidade por si só. 

Uma frase bem clara sobre isso que eu gosto de sintetizar em roda de amigos é o que? 

A aversão ao dinheiro é a raiz de todos os males. Não lembro se eu li no livro, se eu vi em um um filme ou se eu escutei do Diamand. Sempre vou citar ele aqui, mas a aversão do dinheiro é a raiz de todos os males, porque quando você se diminui, você tenta ser menor, você não quer ser rico, não quer ser invejado, se importa com o que a galera vai pensar.

Isso significa que você não está empobrecendo só o seu bolso, só sua conta, só os seus bens, você está empobrecendo a sua alma, empodrecendo e empobrecendo a sua alma. Porque você se torna um ser humano estagnado, você fica sem energia e sem ambição do futuro para poder realmente estar em constante evolução e ver cada vez mais sentido naquilo ali. 

Você consegue me entender?

Quando a gente para de olhar para o próprio futuro, a gente entra na estagnação, e isso não é só sobre a tal zona de conforto que a galera fala. Porque essa parte que te paralisa por falta de opção, ela vai congelar todas as outras áreas da sua vida. Todas, todas, todas. O trabalho é vida e a vida é trabalho. Mas trabalho no bom sentido.

O trabalho de evolução, de movimento, de estar sempre energizado, gerando ali aquela pressão, aquela movimentação, aquele vislumbre sobre um futuro cada vez melhor. 

Você fez 1 milhão? Quando vai fazer o segundo? E o terceiro? E o décimo? E  o milésimo milhão para ser bilionário? Você tem esse tipo de ambição e de métrica? Então, quando você olha para uma meta muito alta, tipo ser bilionário, o que que eu preciso me tornar pra ter esse bilhão para valer esse bilhão? 

Eu preciso comer melhor, me alimentar melhor, dormir melhor? Estudar mais? trabalhar mais? Pensar mais? Gerir melhor? O que eu preciso ser? Qual homem eu preciso me tornar pra valer 1 bilhão de reais? E se for 1 bilhão de dólares?

Como andam as outras áreas da sua vida?

Qual é a minha perspectiva em relação a isso? Porque às vezes você pode estar achando que R$ 5000 é dinheiro, que R$ 50.000 é dinheiro, que R$ 50 milhões é dinheiro e tá parando todas as outras partes da sua vida. 

É aí que a galera morre. 

Quando a galera fala sobre depressão todo mundo fala assim:

“Ai meu Deus! A depressão é perigosa, é uma doença severa.”

Geralmente começa nesse ponto, quando a galera estagna, quando para de querer, quando para de movimentar, quando para de querer criar alguma coisa inédita, impossível que desafie, que te instigue a estar em movimento. 

Você consegue entender o quanto não é só o dinheiro que compra algumas felicidades?

É toda essa movimentação que ele traz para nossa vida igual eu sempre cito o livro A função do Orgasmo, do Willian Hicks, quando ele coloca que não há separação entre a vida pessoal e profissional, e que o desempenho individual da pessoa no trabalho depende muito, tem uma relação extremamente direta com a felicidade dele na cama, na vida pessoal, na vida sexual. O cara que não está feliz muito raramente vai ser um cara que vai estar feliz no trabalho, o cara que não está bem na cama, voando baixo com tanto chocolate.

É muito difícil ele estar bem disposto, animado, ambicioso e energizado para o trabalho, que é uma energia que pêndula, assim como eu falo no meu livro #DESPERTAR.

Bom, eu já falei disso em vários lugares, em vários vídeos, várias entrevistas, ela pêndula, é uma energia só, não tem como a gente ficar tentando separar, porque isso é ilusão. 

E outra coisa bem legal sobre o impacto negativo que talvez o dinheiro traga para nossa vida também depende de perspectiva, igual eu falei de sucesso, é que muitos, muitos, muitos milionários falam:

“Com dinheiro você filtra melhor as pessoas”

“Você vai ser traído, você vai ser chutado, você vai ser processado.”

E realmente vai, até porque já aconteceu comigo.

Como diz um grande amigo meu, o primeiro milhão é sempre o mais caro!

Eu vi com clareza e há muito tempo que o primeiro milhão é sempre o mais caro, porque é nele que você aprende, é dele que você corta, é nele que você filtra. E aí, assim como o impacto negativo do dinheiro que revela os traidores, a gente pode também ver o privilégio disso, porque se você aprende nos seus primeiros R$ 5,000, você vai economizar muito dinheiro quando eu tiver R$ 10.000

Quando eu aprender com dez, você vai economizar muito tempo, dinheiro, energia, decepção e fracasso, quando você tiver R$ 100.000, e quando tiver R$ 1 milhão, você vai ter aprendido dentro desse que é o mais caro, várias coisas que vão te economizar no segundo, no terceiro, no quinto, no sétimo milhão. 

Ser impactado negativamente pode ser sobre qualquer coisa

Se você arruma um emprego melhor, ele vai impactar a sua demanda energética, porque você precisa ser mais comprometido, mais atencioso, mais ambicioso, mais proativo. 

Se você arruma um treino melhor, você vai precisar ser mais ambicioso, mais pró ativo, mais enérgico para comprar aquele treino, aquela dieta que vai mudar a sua vida, o seu peso. Você vai sempre precisar de mais para alcançar outro nível. 

Sobre a perspectiva dele poder impactar negativamente, eu quis trazer essa de analisar o quão é bom você filtrar as pessoas que se revelam quando você ganha dinheiro, porque sempre vai custar mais barato do que aprender lá na frente.

Então eu te digo com muita clareza que eu falei agora de 5000, de 100.000, de 1 milhão de 7 bilhões, pode ficar bem tranquilo que você está aprendendo até aqui, caso você não queira persistir no erro, obviamente vai te poupar de perdas muito maiores, tanto financeiras quanto amorosas, quanto energéticas, quando você tiver mais dinheiro, mais sucesso e mais fama.

Você consegue me entender? 

E um outro ponto que é legal, legal, legal, legal, muito legal de comentar, quando você ganhar muito dinheiro é que todo mundo passa pelo processo de querer meio que se esconder, de querer exagerar, de querer engordar a vida pela fartura que um dia faltou. 

Um dia eu vi minha geladeira vazia, hoje eu peço o iFood todo dia e peço pra caralho. 

Um dia eu quis comprar um perfume e tive que botar água para render, porque meu cunhado tinha me dado um restinho, igual eu contei em uma entrevista, e hoje eu tenho mais R$ 10.000 em perfume jogado no meu banheiro, porque eu gosto de ter em cada momento do dia, em cada dia, um cheiro diferente, não só porque um dia faltou. 

E essa é a diferença de ver sentido do dinheiro que você ganhou do que só querer abusar da fartura que um dia faltou.

Você consegue entender a diferença? 

E essa diferença, meu querido tubarão, minha querida Deusa que está aqui lendo esse texto, essa diferença é a que vai filtrar a sua percepção sobre o dinheiro para poder também junto ao Kaula Tantra, amplificar e desbloquear novos níveis de riqueza na sua vida. 

Não adianta pensar:

“Ah, o Padrinho falou que sucesso é relativo, que R$ 10.000 tá bom, que R$ 1 milhão tá bom, que R$ 1 bilhão tá bom. Não adianta pensar só nisso. É o quanto você consegue encontrar sentido dentro de cada patamar financeiro que você deseja desbloquear. Isso não é um papo de guru, holístico e tal, porque você vai saber com muita clareza quando você passar a ganhar mais e torrar tudo, você vai ver que você ainda não desbloqueou, acessar aquele dinheiro de verdade. 

Quando você não tiver mais sentido um dinheiro que está ganhando, mesmo que seja uma quantia elevada, você vai saber que não desbloqueou aquilo ainda. Então, sobre ser impactado negativamente com o dinheiro, não é que ele compre algumas felicidades. Ele é bom por si só, porque ele te traz uma liberdade, uma leveza, uma despreocupação e um poder incrível que é na ausência desse poder que a humanidade se assola, se mata e tenta sobreviver a milênios, sempre buscando só o dinheiro. 

A gente junta o poder, a leveza e tudo que eu falei do dinheiro com o sentido que ele traz, a liberdade que ele traz, a leveza que ele traz, principalmente para fugir da corrida dos ratos. 

E não cai nesse limbo de sofrer com quem se rebelou ou de ficar torrando tudo porque não vê sentido, de achar que não merece, etc e tal. 

Show?

Espero que você ganhe muito dinheiro, principalmente com tanto que ensinei lá no livro #PRELIMINAR.

Show?

Caso você tenha gostado, me fala la no meu INSTAGRAM

Beijo, tamo junto demais.